6 de outubro de 2010

Monstros

Difícil um filme com esta temática não me agradar. Alguns podem sair do cinema um pouco decepcionado, podem sentir falta de mais monstros, ataques, destruições e mortes. Mas pelo trailer eu já esperava esta narrativa mais lenta. E gostei. Confesso ter ficado um pouco ansioso, esperando sempre algo pior que poderia acontecer.
O filme tem poucas cenas de ação. Mas o suspense e a situação dramática dos personagens conseguem levar o filme. E destaque para a bela Whitney Able.
É um filme de baixo orçamento, o diretor usa o poder de sugestão. São poucas cenas que conseguimos ver as tais criaturas, ainda mais por inteiro.  Apenas em noites escuras ou os efeitos de sua passagem, e os ruídos que emitem.
A estética realista e suja muito bem aplicada criando a atmosfera catastrófica, em alguns momentos deixam dúvidas quanto aos cenários, ruínas arquitetônicas, se são reais ou artificiais. Conseguiram sequências visualmente elaboradas, provando que um bom filme pode ser feito com um orçamento razoável.
Difícil não lembrar de filmes como Cloverfield, O Nevoeiro, O Hospedeiro. Poderia dizer que Monstros tem um pouco de cada. Alguns dizem até a Distrito 9, mas já não concordo tanto quanto a este.
Não é uma ficção científica sobre seres alienígenas. Ficou mais claro a crítica a questão da imigração nos EUA. O que diriam de uma grande muralha separando o país do México?!
Depois de 6 anos, estes monstros trazidos numa sonda espacial que caiu no México, não são mais considerados alienígenas, e sim residentes. Poderíamos substituir estes polvos gigantes com tentáculos e pernas de aranhas pelos mexicanos e latinos que vivem nos EUA.

4 comentários:

Berliac disse...

Muy buena ilustración!

Doug Erbert disse...

Esse tipo de premissa me agrada muito. Vou procurar assistir!

Doug Erbert disse...

Esse tipo de narrativa me agrada muito, vou procurar assistir.

danielog disse...

não sabia que esse filme já tinha saído. vou baixar.

a ultima ilustração, do molque no potinho de maionese tá muito legal.

abraço!